Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OuremReal

OuremReal

06.10.16

António Guterres


ouremreal

António Guterres será, assim o espero, o Secretário Geral das Nações Unidas a partir de 1 de janeiro de 2017.

Confesso a minha satisfação! Porque ele é português! Porque ele é competente! Porque as suas excecionais qualidades o fizeram sobressair de todos os outros e o impuseram como o melhor dos concorrentes!

E a satisfação ainda aumenta, porque fica provado que a Alemanha da sr.ª Merckle e seus apaniguados não controlam a ONU como controlam a União Europeia! De outro modo, a "golpada" lançada com a candidatura relâmpago da búlgara Kristalina teria mudado tudo e o próximo Sec. Geral da ONU poderia não ser o mais competente, mas seria, certamente, o mais conveniente para a "dona" da Europa. E a Alemanha já provou, suficientemente, que não pode ser dona da Europa. Nunca sozinha! Nem sequer (mal) acompanhada!

Isto não significa que deposite uma confiança cega na ONU, enquanto organização! Nem que pense que o novo Sec. Geral faça milagres! Nem que, tão pouco, consiga fazer o que desejaria fazer! Porque acho que ele vai ter que fazer, muito mais, aquilo que os poderosos lhe permitirem! Com os E.U. da América à cabeça, e os outros (China, Rússia, Inglaterra e França) a fechar o pelotão da frente e o resto dos países a seguir. Cada um com os seus interesses próprios, é certo, mas onde pode haver um constante equilibrar de forças e evitar-se (!?) que volte a acontecer o que, afinal, levou à criação da ONU - que os tristes episódios de 1914/18 e 1939/45 (e outros parecidos) se repitam. A história já mostrou que nem sempre o bom senso impera! Mas fica sempre a esperança que uma personalidade bem formada e informada possa contribuir para que se atinja o equilíbrio desejado. E António Guterres pode ser esse contributo!

Boa sorte! É o que se pode desejar para uma tarefa que, à partida, só dá uma garantia - ser difícil!

 

O.C.