Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OuremReal

OuremReal

21.12.07

20 de Dezembro


ouremreal

O novo Modelo aí está! Tal como se previa! Enfiado numa zona residencial da cidade, com maus acessos, sem estacionamento suficiente, a provocar o caos completo no trânsito automóvel, tanto para quem entra e sai, só para fazer compras ou matar a curiosidade, como para os que residem ali por perto e que perderam o relativo sossego de que ainda desfrutavam.

É ver para crer!

As ruas de acesso foram alvo de alguma cosmética; neste caso não para inglês ver, porque não haverá muitos ingleses por ali, mas para tentar iludir algum pacóvio distraído. Assim, a rua do Vale da Aveleira levou uns metros de alcatrão, passeios de um lado e outro na parte próxima do hipermercado e pintaram-lhe uns traços no chão que não se percebe bem para que servem. A rua dos Álamos, também na parte mais próxima do hipermercado, levou alcatrão novo, passeios, semáforos no cruzamento com a rua Justiniano da Luz Preto e um traço no chão que só serve para atrapalhar. O semáforo não tem qualquer utilidade, não funciona, deve ser só para enfeitar. A rua Albano Rodrigues foi a mais maquilhada; teve direito a duas novas curvas, ridículas e desnecessárias, tem 20 metros de via dupla, com separador central e tudo, e quem nela circular de nascente para poente tem, por força da nova sinalização, de virar para a direita, na direcção do hipermercado, não podendo descer a rua dos Álamos; teve,ainda, direito a uns metros de passeio empedrado, caixotes do lixo enfiados no chão e uns ciprestes, tipo cemitério.

Diria que esta cosmética tornou o local agradável à vista de quem ali chega para fazer compras e vai embora. Pouco funcional para todos os que ali têm que se movimentar e desagradável para quem escolheu aquele sítio para viver. É assim como que uma casinha de bonecas onde, irresponsavelmente, alguns investem o tempo a brincar ao faz de conta e outros vão gastando a paciência a aturar incompetências, caprichos e interesses vários.

E não há quem ponha mão nisto!

 

 

O.C.

1 comentário

Comentar post