Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OuremReal

OuremReal

04.08.12

4 de agosto!


ouremreal

4 de agosto de 1578!

Foi há 434 anos que o exército português foi derrotado em Alcácer Quibir.

Uma data e um acontecimento que não esqueço, desde os bancos da escola, com todo o dramatismo com que a narrativa nos era transmitida e especial ênfase que era posto na morte do próprio rei(ou no seu desaparecimento)e na consequência imediata que o acontecimento ditou que foi a perda de milhares de vidas e de todo o investimento que foi feito na expedição; e na outra consequência, a curtíssimo prazo, que foi a perda da independência a favor dos espanhóis, logo em 1580; e nas outras consequências todas que se seguiram ao longo dos 60 anos de ocupação e nos anos subsequentes até que nos víssemos livres de espanhóis, holandeses, ingleses, franceses e outros fregueses...

O que os manuais escolares não nos diziam era a verdadeira razão, ou razões, por que fomos para Alcácer Quibir, como foi preparado o nosso exército, que estratégia foi usada e o porquê da presença do próprio rei no campo de batalha.

E se os manuais não diziam é porque, certamente, não era importante!

Ou, talvez, para não ficarmos ainda mais envergonhados!

Porque sofrer um vexame desta natureza, só porque um rei fanático, lunático e impreparado entende que tem que acabar com os "infiéis"; mais uma burguesia endinheirada que acha que as negociatas da ìndia e do Brasil já não chegam; mais uma nobreza que anseia por guerra, porque não sabia o que havia de fazer à sua inutilidade...digamos que não há patriotismo que aguente! Porque o povo não contava! Era carne para canhão, e pronto!

Mas mudam-se os tempos, os contextos e as vontades também!

Eis-nos chegados a 4 de agosto de 2012!

Já não vamos para Alcácer Quibir!Nem para lado nenhum, fazer guerra nenhuma! Aqui, já melhorámos!

Já não estamos (só) ocupados por espanhóis! Estamos ocupados por tudo quanto é bicho careta, da Europa e fora dela, troykianos ou não troykianos, americanos, chineses, angolanos etc e tal! Aqui, piorámos!

Já não temos um rei lunático, fanático, impreparado! Temos uma carrada de gente inútil que ainda dá mais prejuizo e que continua a gozar com o povo! A única diferença é que o rei não era escolhido por ninguém; sempre se evitava aquela despesa das eleições e não tínhamos que ouvir as babuseira e as mentiras das campanhas eleitorais; e os que andam por aí são escolhidos pelo povo, alegremente, para depois ter de os sustentar e de lhes aguentar as canalhices todas que lhes vierem à cabeça!Aqui, não tenho a certeza se ficámos melhor!

Bem, continuemos, com calma!

60 anos é muito tempo!

 

 

O.C.