Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OuremReal

OuremReal

18.05.12

Veolia - águas de Ourém


ouremreal

Saber ler e escrever razoavelmente não são aptidões bastantes para interpretar e compreender a fatura da conta da água. É preciso algo mais! Principalmente conhecimentos de engenharia político-financeira de que o sistema em que vivemos se serve para tecer a teia que nos vai enredando as vidas.

Suponhamos que, em determinado período de tempo, um consumidor gastou 2 metros cúbicos de água. Como isso coincidiu com duas leituras do contador foi o que a empresa das águas de Ourém incluiu na fatura. Ora, 2 m3 de água, ao preço de 43 cêntimos e qualquer coisa cada um, dará, arredondando, 88 cêntimos. Não é caro! Diga-se! Ou melhor, não seria, se a tal engenharia não entrasse na dança!

Lendo o rosto da fatura, verifica-se que:

 

- Consumo (água) - 88 cêntimos

- Tar Disponibilidade - 3,39 euros

- RSU - 2,28 euros

- Saneamento TTAR - 1,23 euros

- Saneamento TCRSS - 2,49 euros

- TRH - 2 cêntimos

- IVA - 25 cêntimos

 

O que significa que um consumo de água de 88 cêntimos gerou uma despesa de mais de 10 euros para o consumidor/pagador.

Claro que se a nossa curiosidade o pedir e a nossa paciência o permitir, podemos sempre decifrar aquelas siglas todas e saber quem leva o dinheiro. Podemos não saber o que vai fazer com ele, mas sabemos para onde vai. É só virar a folha e, no verso, está tudo, mais ou menos (?) decifrado.

Se bem que "tarifa de disponibilidade" deva ser qualquer coisa importante a avaliar pelo preço! Mas não sei o que é! Admito que se trate de um aditivo que é posto na água para fortalecer a paciência de quem a paga!

Também não faço ideia do que é aquela do TRH, mas também por 2 cêntimos não vale a pena regatear!

A fechar, como não podia deixar de ser, o IVA. Este está em todas! Nunca falha!

Em resumo:

 

0,88 + 3,39 = 4,27 €, são para a Veolia - águas de Ourém

2,28 + 1,23 + 2,49 = 6 €, vão para o Município

0,02 €, vão para o Estado

0,25 €, não sei ao certo, mas certamente que irão para o Estado e/ou Município.

 

Para concluir:

Esta engenhosa maneira de pôr a água a financiar tanta coisa só é comparável ao milagre da multiplicação dos pães:

De facto 2 m3 de água matam a sede a muita gente!

E transformar 88 cêntimos em 10 € não está ao alcance de qualquer simples mortal!

 

O.C.