Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OuremReal

OuremReal

06.03.11

SCUT's


ouremreal

Não tenho informação suficiente para saber os verdadeiros fundamentos para a decisão de construir a autoestrada A ou B e dar-lhe o estatuto de scut.

Presumo que se fizeram estudos sérios que levaram à conclusão de que eram necessárias ao desenvolvimento das regiões onde se inserem; não sei qual foi o prazo estimado para deixarem de ser sem custos para o utilizador, mas, a avaliar pelo que se disse, seriam scut enquanto as tais regiões não atingissem o nível de desenvolvimento adequado e não deixariam de o ser enquanto não houvesse vias de comunicação alternativas capazes.

Tão pouco sei se as parcerias feitas para assegurar os custos do pagamento da sua construção foram devidamente acauteladas, mas presumo que o não foram e que se transformaram em mais um mau negócio para o erário público.

Sei que o estado miserável a que a nossa economia chegou faz com que todas as verbas sejam poucas e também sei que a falta de palavra dos nossos políticos faz com que o que hoje é branco, amanhã seja preto, ou de outra cor qualquer, conforme as conveniências.

E se algumas vezes se entende que se falte à palavra dada, porque o que era suposto acontecer de determinada maneira, não aconteceu como previsto, já não se consegue compreender a mediocridade do discurso, a falta de respeito por quem, afinal, terá que pagar tudo o que tiver que ser pago, que somos todos nós, como menos ainda se poderá aceitar a hipocrisia de uns políticos palradores que, diariamente, nos bombardeiam com o seu jogo de palavras ocas, com o seu ar inocente e angelical de quem não tem nada a ver com o que está a acontecer, e que a culpa é sempre do outro.

Foi confrangedor ver e ouvir, hoje, a troca de galhardetes entre o PSD e o Governo, sobre a introdução de portagens pagas nas, até agora, autoestradas scut.

O Governo, pela voz do 1º ministro, a dizer que a isso foi obrigado, por imposição do PSD para viabilizar um acordo qualquer.

O PSD, pela voz de um sr, de que não sei o nome, a dizer que o seu partido sempre foi pelo princípio do utilizador pagador e que a culpa de tudo é do Governo que conduziu o país à situação que se vive e que se assinou um acordo tem de o cumprir.

O que me ocorre, perante esta conversa, resume-se numa palavra: hipocrisia.

De um, porque se tinha assumido o compromisso de manter as autoestradas scut enquanto fossem necessárias, só tinha que criar as condições, mínimas que fossem, para que pudessem deixar de o ser, e explicar isso bem, ou, não podendo, não aceitava a imposição que lhe foi feita.

Do outro, que se vale da situação cómoda de não ser executivo, faz demagogia com o princípio de utilizador pagador, quando sabe que isso soa bem a alguns, sabendo ainda melhor que esse dito princípio não passa de um embuste e que, enquanto o seu partido foi governo nunca o cumpriu, nem o cumprirá noutras situações, quando voltar a ter responsabilidades governativas. Não porque a sua ideologia o não puxasse para isso, mas, muito simplesmente, porque (já) não é possível. Felizmente!

 

O.C.