Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OuremReal

OuremReal

07.07.10

"Massacre"


ouremreal

Tenho vindo a seguir a transmissão das primeiras etapas da volta à França em bicicleta. Para surpresa minha, constato que alguns percursos são férteis em estradas estreitas e sinuosas com muitos troços em piso de paralelos o que, na prática, vai dar no que todos somos capazes de prever: muitas dificuldades para os ciclistas e quedas de arripiar. Não tem havido etapa em que não haja quedas, mais ou menos aparatosas e à molhada, pois o piso apresenta-se, frequentemente, escorregadio, devido às condições climatéricas.

O mais surpreendente é ver que as equipas não hesitam em envolver os seus atletas nesta espécie de massacre e os próprios atletas se vão sujeitando a tudo isto. Apesar de terem esboçado uma espécie de greve ao sprint num final de etapa, chegando em pelotão e nas calmas, lá vão andando, aproveitando-se uns das quedas dos outros, para poder chegar na frente e contrariar todos os prognósticos.

Sou levado a concluir que se trata, afinal, de um risco devidamente previsto,aceite e calculado, funcionando ele mesmo como mais um fator de seleção, com o qual cada um vai contando, se tiver a sorte de não estar na molhada, para poder bater adversários que, de outro modo, talvez não conseguisse bater.

O que, a ser assim, não deixaria de ser um bocado macabro!

 

O.C.