Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OuremReal

OuremReal

20.04.10

Mude-se o treinador!


ouremreal

Se eu percebesse alguma coisa de futebol, talvez estivesse calado, a pensar se vale a pena falar disto.

Como não percebo nada, e cada vez menos, vou dizer o que penso sobre a contratação do novo treinador pelo Sporting C. de Portugal.

Não sei se Paulo Bento era bom ou mau treinador. Sei que as coisas não correram bem à equipa e, quando assim é, a culpa é sempre do mesmo.

Não sei se Carlos Carvalhal é bom ou mau treinador. Sei que a equipa melhorou desde a sua entrada e o 4º lugar está praticamente garantido. Não é possível exigir-lhe mais!

Não faço ideia se Paulo Sérgio é bom ou mau treinador. Nunca tinha ouvido falar dele, nem tinha dado conta de que era treinador do Vitória de Guimarães. Mas o facto de ter levado a (ainda) sua equipa ao lugar que ocupa no campeonato, poderá ser um bom sinal.

Dito isto, chego às seguintes conclusões:

1ª - A conclusão de sempre: as direcções dos clubes podem falhar nas suas opções, decisões, contratações e por aí adiante. As equipas podem ser boas, más ou assim, assim. Os jogadores podem ser excepcionais, vulgares, mais ou menos inspirados. E os resultados aparecem ou não. Se tudo corre bem, tudo em festa. Se corre mal, muda-se o treinador.

2ª - Paulo Sérgio poderá ser um treinador excepcional! Não é, pelo menos não foi, grande cavalheiro para com um colega de profissão. Carlos Carvalhal ainda é treinador do Sporting! Não é admissível que outro treinador venha, como hoje aconteceu, falar em nome do Sporting, falar aos sportinguistas, mesmo que para manifestar a ambição de ganhar campeonatos...

3ª - Os responsáveis do Sporting, seja Direcção, Directores disto ou daquilo, seja quem for, pela maneira como têm gerido esta questão do treinador, revelaram que não têm nível nenhum. A falta de bom senso é gritante e a falta de consideração por Carlos Carvalhal é uma vergonha.

4ª - O Sporting não tem (?) capacidade financeira para contratar os atletas de que precisa. Se não tem, não contrata e tem a equipa que tem.

O que não se compreende é que gaste 600 mil euros para indemnizar o V. de Guimarães pale contratação de Paulo Sérgio. Porquê e para quê?

5ª e última conclusão - Carlos Carvalhal mostrou, até agora, ser um cavalheiro, um profissional digno e respeitador de uma entidade patronal que, pelo que se tem visto, não seria merecedora de grandes deferências.

 

O.C.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.