Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

OuremReal

OuremReal

26.07.17

O ultimato


ouremreal

Uff, foi por pouco! Quando ouvi o sr deputado do psd, Hugo Soares, dar o ultimato ao governo para apresentar a lista das vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande em 24 horas, receei o pior!

Primeiro, porque o 1.º ministro António Costa não iria apresentar lista nenhuma pela simples razão de que não lhe competia fazê-lo.

Segundo, porque o ar ameaçador do sr deputado fazia crer que a coisa era séria e, vinda de quem vinha…o desfecho podia ser “gravíssimo”.

Pelo sim, pelo não, fui para o abrigo subterrâneo, levei comigo a minha fifi, uma cadela que tem medo dos foguetes, e só de lá saí quando vi a lista publicada pela PGR. Nesta coisa de ameaças o melhor é levar tudo a sério, não vá o diabo tecê-las! (O presidente Trump ainda não se convenceu que um dia destes o sr Kim Jong Un lhe dá cabo do Hawai…mas…se bem calha, quando acordar já é tarde…!).

Voltando ao ultimato. Felizmente houve bom senso e evitou-se uma “catástrofe” de consequências imprevisíveis. A PGR divulgou a lista que, por sinal, e para desgosto de algumas pessoas, tinha os mesmos nomes que já eram conhecidos – 64 – podendo esse número ser alterado, como também já se sabia, depois de concluídos os processos referentes a dois casos. A tal empresária que resolveu fazer pesquisa por conta própria (há quem diga que foi por conta de mais alguém) afinal também falhou nos seus objetivos! Há, até, quem lhe sugira que o melhor que faz é ir cuidar da sua empresa que, ao que se diz, tem alguns problemas para resolver!

Ao que parece, foi por água abaixo, a teoria da lista secreta do governo para ocultar propósitos obscuros, (vá lá saber-se quais!) e o tema do momento ficou um pouco arrefecido, o que não significa esquecido, porque o sr deputado, seus pares e afins logo discorrem outro qualquer para entreter as hostes e dar assunto à sua comunicação social, aos comentadores, opinadores e por aí adiante.

Entretanto…

Com a divulgação da lista, ou sem ela, a infelicidade das pessoas não se alterou. As suas carências não foram resolvidas, os problemas continuam para quem perdeu familiares, as casas, as culturas, os haveres. Esta é que é a questão sobre a qual vale a pena falar! É urgente passar à ação! Ações concretas! Que se vejam! Deixem-se de conversas da treta! TODOS!

 

O.C.

12.07.17

O diabo


ouremreal

O dr. Costa não parece ser muito dado a essas coisas de…diabos! Daí o não ter dado muita importância às previsões do dr. Coelho que, em jeito de ameaça, lhe foi dizendo que as políticas que o governo estava a implementar eram desastrosas e que, por via delas, vinha aí o diabo. Afinal, enganaram-se ambos! Um mais que o outro!
As políticas deste governo não conduziram ao desastre que o dr. Coelho prognosticava, antes pelo contrário. O diabo não veio pelas portas por onde ele desejaria que ele entrasse, casos da economia, finanças, défice, educação, saúde, emprego, segurança social, enfim, as chamadas portas principais e, perante tamanha frustração, logo se desencadeou uma ação conjunta e orquestrada com toda a direita a tentar abrir tudo o que é porta dos fundos, portas de emergência, ou mesmo janelas e postigos, por onde o tal diabo pudesse entrar, com a comunicação social amiga a fazer eco de tudo o que é preciso ser dito, porque a liberdade de expressão e o dever de informação a isso obrigam.
E para que o diabo venha, nada melhor que uma desgraça, ou duas; se forem três, ou mais, ainda melhor! E, infelizmente, elas aconteceram! A maior de todas, Pedrógão Grande! Não há palavras para a qualificar! Como se previa, a direita levantou bem alto as suas bandeiras e culpou, claro está, o governo pelos acontecimentos. A dr.ª Cristas já pediu, mais de cem vezes, a demissão da ministra da administração interna que, digo eu, devia ter estado no sítio certo, à hora certa, (e não esteve) com um balde de água para apagar a primeira chama. Parece que anda tudo surdo, porque a ministra ainda continua a sê-lo!
Depois foi a história, que parece muito mal contada, do assalto aos paióis de Tancos. Um buraco na rede da vedação que ainda não vi, porque as televisões mostram, vezes sem conta, uma vedação e imagens que não têm nada a ver com paióis. Câmaras de vigilância avariadas há 5 anos, segurança privada, falta de guardas, sentinelas, ou o que lhe queiram chamar, que ninguém perceberá. Armamento roubado (há quem diga outras coisas) que, põe em causa a segurança interna e a da Europa (pelo menos) segundo a direita; afinal, sabe-se agora, seria material que, na sua maioria, estava selecionado para abate. E havia material muito mais importante que não foi levado. Não se percebe muito bem isto! A dr.ª Cristas já está a ficar afónica de tanto pedir a demissão do ministro da defesa. Ela não o diz, mas eu calculo que o ministro se deixou dormir, quando estava a fazer o seu quarto de sentinela e…pronto! Foi o bastante para o assalto! Assim, tem que ser culpado! No meu tempo de militar levava, pelo menos, dez dias de detenção e ia para o olho da rua! Que era para aprender! Mas continua tudo surdo! O ministro ainda não saiu!
Como se tudo isto não bastasse…há secretários de estado que foram à bola, há um ano, e de borla, porque a Galp lhes pagou o bilhete. Deviam saber que há uns que podem andar à borla e que há outros que não podem! É o caso deles! O pior de tudo é que resolveram, agora, pedir a demissão dos cargos! Quando a direita estava bem calada, não pedia essas demissões, provavelmente, por causa da velha história dos telhados de vidro…! Ou, então, aguardava por melhor oportunidade! Talvez mais próximo das eleições autárquicas…! Pronto! Mais gritaria! Desde quando é que secretários de estado têm o atrevimento de pedir a demissão sem que a direita a tenha reivindicado? Também não se percebe muito bem o motivo que leva o Ministério Público a tratar deste assunto só agora …! Mas, pronto, talvez se venha a perceber…!
Para terminar:
O dr. Costa tem que se convencer que o diabo existe. E se não quer que ele entre tem que manter portas e janelas, as frestas todas, bem fechadas, de dia e de noite, 24 em 24 horas, porque o tal diabo tem carradas de amigos disponíveis e a esforçarem-se para o ajudar a entrar ao mais pequeno descuido! E se for preciso recorrer ao arrombamento…também dão um jeitinho! Convém escolher bem as sentinelas…! Não se fie só na vigilância eletrónica e nas novas tecnologias! Olhe que os apagões estão na moda! Nunca fiar…! Se 10 MM de euros marcharam, porque os computadores tiveram uma diarreia e perderam muito tempo na casa de banho, mais fácil é o diabo entrar por uma fresta qualquer!
O dr. Coelho e a dr.ª Cristas, há falta de melhor, escolheram o diabo como aliado. É uma estratégia como outra qualquer, mas reveladora de falta de capacidade imaginativa, competência política e de verdadeira vontade de contribuir para a resolução dos muitos problemas que o País tem. E não esqueçam que o diabo é interesseiro! Cobra caro pelos serviços prestados! Mais tarde ou mais cedo vão tê-lo à perna!

O.C.