Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009
Soa bem, mas cheira mal!

Soa bem, mas cheira mal!

É vulgar ouvirem-se comentários sobre o actual número de deputados da Assembleia da República, o que fazem ou não fazem, as regalias que têm, os encargos que daí resultam para o orçamento nacional e, na grande maioria dos casos, esses comentários não são nada abonatórios para a reputação do nosso Parlamento. É fácil perceber que o "Povo" acha que os deputados não valem o que se gasta com eles, são demais, não trabalham o que deviam e, por aí adiante...

Vai daí, a Drª Ferreira Leite, num dos seus números de ilusionismo com que pretende distrair os Portugueses, tira mais um coelho da cartola e, na apresentação das propostas eleitorais e eleitoraleiras do seu PPD-PSD, propõe, nem mais nem menos, do que a redução do número de deputados dos actuais 230 para 180.

De facto vai ao encontro do que muitos Portugueses gostarão de ouvir. Digamos que soa bem . É melodia para os ouvidos de quem acha que todos os males estão do lado dos políticos.

Não defendo os políticos, mas reconheço que, havendo duns e doutros, os que fazem alguma coisa de útil e os que não têm utilidade nenhuma, não podem ser eles os únicos responsáveis por todos os males que nos apoquentam, já que, nós outros, os não políticos de profissão, não somos muito diferentes deles!

A Dr.ª Ferreira Leite tratará, certamente, de, num futuro próximo, esclarecer o porquê das suas propostas e ficaremos a saber o que é que, afinal, ela acha que o Parlamento não precisa de fazer para dispensar 50 deputados. Como não esclarece que alterações proporá ao estatuto do deputado para que 180 façam o que 230, provavelmente, não conseguem fazer, ou não fazem bem...

Nem esclarece que motivos a fizeram mudar de opinião, já que o actual número de deputados foi aprovado pelo seu partido...

A conversa soa bem , mas cheira mal! Tresanda a demagogia!

 

O.C.



publicado por ouremreal às 18:46
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009
As utopias do sr reitor

O sr reitor do santuário de Fátima, em entrevista recente, terá manifestado o seu desagrado com o facto do candidato do partido socialista às próximas eleições autárquicas ter usado a imagem da basílica, em fundo esbatido de um dos seus cartazes. De facto, embora muito pouco perceptíveis, lá estão, lado a lado, aqueles que eu acho serem dois dos símbolos mais representativos do concelho - o castelo de Ourém e a basílica de Fátima.

Por razões bem diferentes, e com significados bem distintos, evidentemente!

E argumenta o sr reitor, segundo leio na sua entrevista:

"A igreja, em princípio, não faz política e também não gosta,não concorda, pelo menos eu não gosto, nem concordo, que, de facto, as forças partidárias se aproveitem da igreja em benefício das suas políticas próprias".

Pois é!

"em princípio"

Mas lá que a faz, faz! À fartazana!

Quanto ao aproveitamento pelas forças partidárias( e o vice-versa também funciona) e aos benefícios próprios... bem, é um problema tão velho quanto a política e a religião.

 Ou seja, tanto andam de mão dada, quando dá jeito, como andam de costas voltadas, quando os interesses assim mandam, como fingem que andam cada uma para seu lado, sempre que assim convém.

Aliás, política e religião têm muito mais a uni-las do que a separá-las. Às vezes não se percebe onde acaba uma e começa a outra.

No fundo, no fundo, pelo menos um objectivo têm em comum: dominar!

E o sr reitor continua:

" o correcto é a política ser política, a religião ser religião, a igreja ser igreja, âmbitos absolutamente autónomos, independentes, e cada um, cada parte, a cumprir a sua missão".

Bem...!!! Seria...!!!

Mas como a utopia não é pecado... (digo eu!)

Porque, se fosse... o sr estaria com uma bela penitência às costas...

E para terminar:

Quando é que o sr reitor dá uma entrevista a mostrar o seu desagrado pelo que fazem alguns colegas seus que aproveitam as homilias dominicais (ou outras) para fazerem autênticos comícios pelas causas políticas que lhes interessa defender?

 

E, já agora, pensando melhor:

 

De facto a basílica está a mais no cartaz!

 

 

O.C.



publicado por ouremreal às 21:36
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Toupeiras

O crime não compensa!

30 kms / hora

IVA dos partidos político...

Somos os maiores!?

Santana - o exemplar

Terrorismo

Autárquicas 2017 - result...

Autárquicas 2017

Os incêndios e os donativ...

arquivos

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Setembro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds