Sexta-feira, 23 de Maio de 2008
Não concordo !

Ando demasiado preocupado com o aumento constante dos combustíveis ( nem vale a pena falar do resto ) que não tinha dado conta que a doença da bandeira está de volta. Tal como em 2004, o seleccionador nacional de futebol volta a apelar aos nossos portuguesíssimos sentimentos de fervorosos adeptos da Galp e do Modelo para que incentivemos a selecção com bandeiras nas janelas, nas varandas, no carro, no cão, no gato, enfim, por todo o lado.

 

Peço desculpa! Isto dos combustíveis anda-me a dar volta à cabeça.

 

Nós não somos nada fervorosos adeptos da Galp e do Modelo. Somos é fervorosos adeptos da selecção, que, por sua vez, tem uns incentivozinhos da Galp e do Modelo que, por sua vez também, nos vendem, bem caro, diga-se, os combustíveis e os papossecos e o resto, para que, no final de cada ano, possam apresentar lucros fabulosos que até lhes permitem apoiar quem lhes apetecer.

Mas não podem é vender os produtos mais baratos. Isso é que não! Já viram o que era esta gente combinar-se e venderem, todos, os combustíveis e os papossecos e o resto mais baratos? Eram imediatamente acusados de cartelização e penalizados, multados, desgraçados de todo. E não sei se não lhes fechavam mesmo as refinarias, os postos de abastecimento e as lojas...Como é que podíamos passar sem eles ???...

Mas veio isto tudo a propósito da bandeira. Para dizer que não concordo com este uso da bandeira nacional. Como não concordei em 2004. Embora eu entenda, mesmo lamentando, que a única causa que parece ser capaz de unir os Portugueses é a selecção de futebol.

O que é muito pouco para um Povo e um País que se querem civilizados em pleno séc. XXI.

Em 2004, com o campeonato da Europa, havia bandeiras por tudo quanto era sítio: varandas, janelas, telhados, quintais, árvores, capoeiras, pocilgas, carros, carroças...

E agora pretende-se voltar ao mesmo?

A bandeira nacional é um símbolo da Nação que deve ser tratado com respeito e usado com dignidade. Não pode entrar neste carnaval, nesta folclorada da bola; não pode ser usada como um farrapo qualquer, mais ou menos colorido, atado no cimo de um mastro, a animar a malta ou a engalanar a esquina da rua.

Penso eu! Mas, pelos vistos, também há quem pense doutro jeito! Ainda bem!

 

O.C.

 



publicado por ouremreal às 23:48
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 13 de Maio de 2008
É tudo "low-cost"...

O estudo demorou, mas os resultados, mesmo que preliminares, aí estão: o aeroporto regional de Fátima é viável ! Diz-se ! Custará 80 milhões de euros, vai poder receber aviões tipo Airbus 320 ou Boing 737 e o investimento será reembolsado em 30 anos.

Outra coisa não seria de esperar - a empresa que fez o estudo e cobrou 40 mil euros pelo acto, ia ter alguma dificuldade em não encontrar viabilidade para o projecto - só que, quem conhecer a Giesteira e a actual pista, com cerca de 1500 metros, dificilmente conseguirá perceber onde e como se enfia ali uma pista com 2400 metros. O prolongamento para sul é impossível - se é fácil deslocar para outro lado a zona industrial que fica no enfiamento da pista, não parece fácil deslocar a auto-estrada, nem desviar a serra d' aire. Prolongamento para norte? Como? À custa de quem? E quanto custa? Com a cabeceira da pista em cima de povoações ? Não estamos a falar de aviões ligeiros...

Então e a tão falada privacidade do santuário, já não interessa? E o recolhimento dos peregrinos já não é importante? Ou não é tão importante assim, que não possa ser sacrificado por este negócio? Ou o ruído dos aviões a descolar e aterrar ali, naquele sítio, por obra e graça não sei de quem, deixa mesmo de ser um elemento perturbador ?

Continuamos sem saber o que sobre o assunto terá a dizer a autoridade aeronáutica nacional, mas, embora não esperemos milagres, sabemos que eles podem acontecer quando menos se espera.

E no que respeita ao quanto isto nos vai custar... bem, mantém-se a curiosidade em saber quanto vai sair do orçamento municipal, que é como quem diz, do nosso bolso, e vai faltar para resolver problemas do resto do concelho.

 

O.C. 



publicado por ouremreal às 01:52
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 6 de Maio de 2008
Mais uma SRU, por favor !

A Câmara Municipal de Ourém, há uns tempos atrás, sentiu a necessidade de criar a Sociedade de Requalificação Urbana de Fátima.

Para juntar às outras empresas municipais que já existiam para fazer o que a Câmara devia fazer e não faz. E para permitir que alguns "políticos", em fase de retirada ou em lista de espera, possam ir dando o seu inestimável contributo à causa.

Agora, a Câmara Municipal celebrou um contrato - programa com a tal SRU, para tratar de dar uma nova cara e funcionalidade às quatro principais entradas, ou saídas, como se preferir, da cidade de Fátima, com uma componente pedonal, para além da viária normal. Diga-se, em abono da verdade, que a saída para Minde, estava, simplesmente, vergonhosa; há tempo demais. A saída para Ourém, pela EN 356, não estava maravilha nenhuma. As saídas para a Batalha e Loureira podiam esperar mais algum tempo; não eram uma prioridade, tendo em conta o panorama do resto do concelho.

Quando as restantes 17 freguesias, e falamos só das respectivas sedes, continuam à espera de tanta coisa; quando a própria sede do concelho continua com Kms de passeios por empedrar, não é possível calar a revolta por este tratamento persistentemente diferenciado, e de privilégio, de uma cidade que, pese embora toda a sua particularidade e excepcionalidade, não pode continuar a afectar um concelho inteiro.

Apetece pedir: venha mais uma SRU - rc, por favor ! Ou seja: uma Sociedade de Requalificação Urbana do resto do concelho, precisa-se. Urgentemente !

 

O.C.

 

 

 



publicado por ouremreal às 23:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 5 de Maio de 2008
O povo e o PSD

Leio, num jornal de Ourém, um extenso comunicado do PSD local. É quase uma página inteira de auto elogios ao executivo municipal, com obra feita, obra em execução e obra projectada, ao mesmo tempo que se desvaloriza tudo quanto o governo central tem feito ou pretende fazer pelo concelho, e se critica e achincalha o comportamento da "oposição" local. Termina o eloquente comunicado com uma tripla e elucidativa conclusão: o povo conhece o PSD; o povo está com o PSD; o PSD está sempre com o povo de Ourém.

Para quem tem seguido, minimamente, o comportamento dos sucessivos executivos municipais ao longo dos anos de poder local democrático, desde 1976, no nosso concelho, sabe que o PSD é responsável por 30 deles. Trinta anos de poder absoluto foram suficientes para transformar os responsáveis desta força política no que aquele comunicado nos revela: pretensiosos, intolerantes, arrogantes, vaidosos. O PSD oureense teria prestado um grande serviço ao tal povo com quem se diz tão identificado, se tivesse tido a coragem de dizer, com verdade, como é que ao longo dos anos tem vindo a derreter os milhões de escudos e euros de cada orçamento municipal. Como tem sido gerido e a quem tem aproveitado o dinheiro de todos nós. Independentemente das obras feitas, por fazer, em execução, pagas ou por pagar. O que interessa, o que importa, é saber como é que a coisa pública tem sido gerida. Por aí é que se pode avaliar a apregoada competência. O resto é conversa!

No que respeita à atitude...nem vale a pena falar! Quem faz comunicados destes; quem usa, despudoradamente, repetidamente, o boletim municipal, pago com o nosso dinheiro, para fazer propaganda partidária, que moral pode ter para criticar uma publicação de outra força política que não tem acesso ao boletim municipal nem ao orçamento que a suporta?

Quem trata a oposição, no executivo municipal, com o "democrático" desprezo com que os 4 do PSD tratam os 3 do PS, não tem moral, nenhuma, para tantas postas de pescada. Voltando às conclusões atrás referidas... O povo pode estar com o PSD; o PSD também poderá estar sempre com o povo; quanto ao povo conhecer o PSD... Duvido! Quando conhecer...ou quando quiser conhecer...talvez as coisas mudem...quem sabe !?

 

O.C.



publicado por ouremreal às 20:01
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Toupeiras

O crime não compensa!

30 kms / hora

IVA dos partidos político...

Somos os maiores!?

Santana - o exemplar

Terrorismo

Autárquicas 2017 - result...

Autárquicas 2017

Os incêndios e os donativ...

arquivos

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Setembro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds