Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OuremReal

OuremReal

07.06.07

O Modelo


ouremreal

Completa-se em Agosto um ano que a Câmara Municipal de Ourém deu autorização para que seja instalado, na sede do concelho, mais um hipermercado - O Modelo. Trata-se de uma estrutura com uma área de implantação um pouco acima dos 17 mil metros quadrados e vai localizar-se na parte noroeste da cidade, mais precisamente no início da estrada do Vale da Aveleira, entre esta estrada e a estrada da Lourinha. Trata-se de uma zona excelente para construção de habitação, dada a sua localização e exposição ao sol, virada a sul - sueste, e que poderia ser um óptimo instrumento para que a autarquia pudesse intervir na urgente regulação do urbanismo desta parte da cidade; não com mais prédios de 5 e 6 pisos, tipo caixote, ruas estreitas e desrespeito pelas mais elementares normas de edificação urbana, mas sim com uma urbanização arejada, moderna, baixa, espaçada,adequada ao espaço e local, com zonas verdes e de lazer, ruas largas e funcionais que permitissem um fácil escoamento do trânsito.

Mas não é nada assim!

Infelizmente, a Câmara Municipal, prepara-se para contribuir, uma vez mais, para o agravamento da qualidade de vida dos oureenses que ali moram.

Tanto quanto sabemos, ainda não foi entregue, o estudo da previsão do tráfego que será gerado pelo funcionamento do hipermercado e seria bom que esse estudo fosse divulgado, atempadamente, para que a população o pudesse apreciar e discutir. Quem conhece aquela zona sabe a dificuldade que já existe na circulação, com a entrada e saída da cidade do lado  poente, com os problemas de estacionamento em cima dos passeios, com os sentidos proibidos, com os sentidos únicos. Se a tudo isto juntarmos o movimento que se adivinha com o acesso ao novo hiper...bem, é fácil adivinhar o pandemónio que vai daqui sair!

Receamos,seriamente, que haja interesses a falar mais alto do que os dos habitantes de Ourém e que a cedência da Câmara, como noutras situações bem visíveis no nosso "estilo" urbanístico, continue a agravar  a já descaracterizada paisagem duma cidade que não tem tido muita sorte com os decisores e as decisões que têm determinado o desenho da sua malha urbana.

O.C.