Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OuremReal

OuremReal

18.08.08

Campanha de sensibilização


ouremreal

Leio, com alguma apreensão, que a Câmara de Ourém vai lançar uma campanha de sensibilização, junto de comerciantes de Fátima, no sentido de evitar que façam exposição de artigos, nomeadamente religiosos, na via pública. A minha apreensão não é tanto pelo facto de, ao longo de anos, alguns espaços públicos, especialmente passeios, mais parecerem uma feira da ladra, contrariando, impunemente, os regulamentos municipais, ( porque sempre assim foi! ) mas, mais ainda, pelo facto de alguém, com responsabilidade na gestão da coisa pública, ter a coragem de assumir que se vai fazer uma campanha no sentido de, pura e simplesmente, se cumprir um regulamento municipal; que, ou se cumpre, ou se rasga, para não andarmos a brincar ao faz de conta.

Apetece perguntar se é esse o procedimento habitual para com todos aqueles que, voluntária ou involuntariamente, infringem as disposições municipais. Ou seja:

Primeiro, aborda-se o infractor, chama-se à atenção para o acto que cometeu, fala-se-lhe ao sentimento, pede-se-lhe o favor de reflectir e de alterar o comportamento, com o cuidado necessário para não ferir sensibilidades e, só depois, na eventualidade de não ser sensível ao apelo, poderá pôr-se a hipótese de haver uma sanção...

Claro que não é nada disto que, normalmente, acontece!

Parece que há filhos e enteados nestas acções municipais, a mudar em função do local, das circunstâncias  e dos destinatários...

Ou será erro de análise?

 

O.C.