Sexta-feira, 2 de Setembro de 2011
Gaspar

Gaspar é nome de rei mago. Da outra troyca de há dois mil anos atrás. Se juntarmos o Belchior e o Baltazar ficamos com o trio completo que, pela primeira vez, usou o GPS para se orientar, dia e noite, para chegar a Belém, (o outro Belém) a olhar para uma estrela muito brilhante que lá os foi orientando e, pelos vistos, os colocou mesmo onde era preciso que chegassem. Ao que consta chegaram a tempo de entregar o ouro, o incenso e a mirra ao destinatário o que mostra não só a eficácia da tecnologia adotada, mas também a perícia dos protagonistas.

Não sei por que carga de água é que a cena se repete, 2000 anos depois, com outro Gaspar, que não anda de camelo, mas que deve pensar que os portugueses, em geral, e os que não suportam esta governação, em particular, não passam de uma cáfila qualquer que tudo têm de suportar.

Este mudou de GPS, claramente! Já não se orienta pelas estrelas; agora as coordenadas são as definidas pela troyca de fora e pela troica de dentro. Outra vez as troy(i)cas! Como não acredito no destino chamo a isto azar; isso mesmo - AZAR! E o azar não vai ficar por aqui, porque nada garante que o novo GPS funcione corretamente e o objetivo seja alcançado, porque a tecnologia não é fiável, e os protagonistas ainda menos. E como um azar nunca vem só, este Gaspar não traz o Belchior nem o Baltazar, mas traz uma comitiva de alguns 11 como ele e mais uns 36 ajudantes, não contando com o resto do séquito, que não vêm trazer presentes a ninguém, mas trazem, seguramente, piores condições de vida para todos, nomeadamente para os que já não tinham vida fácil.

Este Gaspar deve ser o equivalente, a versão atual, do outro Gaspar que foi, certamente, o que transportou a mirra. Este traz a desgraça. De facto, cada vez que este sr. abre a boca só anuncia aumento de impostos, cortes daqui, cortes dali, divaga, não explica, concretamente, as operações que pretende fazer e muito menos tem a coragem de projetar consequências, quanto mais não seja, para alertar os atingidos, que somos todos nós; ou talvez seja uma tática, consciente e deliberada, para que a ignorância vá deixando que prossiga a sua tarefa sem grandes sobressaltos. Fala de maneira tão pausada que parece que pesa cada sílaba antes de pronunciar uma palavra, não se percebendo se é jeito de falar, ou falta dele.

Assim, de uma penada, anuncia cortes de 810 milhões na saúde; 205 milhões na segurança social; 506 milhões na educação. Como? Não se sabe, exatamente. Logo se verá!

Uma coisa é certa: assim, até é fácil ser Gaspar; nas finanças, ou noutro lugar qualquer; em Belém ou no Chão da Lagoa!

 

O.C.

 



publicado por ouremreal às 22:24
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Somos os maiores!?

Santana - o exemplar

Terrorismo

Autárquicas 2017 - result...

Autárquicas 2017

Os incêndios e os donativ...

Eleições autárquicas

O ultimato

O diabo

Os incêndios

arquivos

Dezembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Setembro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds