Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
O "Aeroporto" !?

A Comissão Executiva da Região de Turismo de Leiria - Fátima, esteve hoje na pista da Giesteira, na sequência de uma reunião na sede da Sociedade de Reabilitação Urbana de Fátima, (SRU), para tomarem conhecimento dos objectivos do estudo de viabilidade encomendado para o futuro "aeroporto", como já lhe ouvi chamar, ou para o futuro "aeródromo" regional  de Fátima, perdida que parece estar a designação de "aeródromo municipal" de Fátima.

Estiveram os Presidentes das Câmaras Municipais de Leiria, Alcobaça, Pombal e Ourém, o Presidente da SRU e o Presidente da Comissão Regional de Turismo. Uma representação de alto nível regional que demonstra o interesse que está a ser posto naquele empreendimento e que se prepara para procurar nos fundos comunitários uma hipótese de financiamento, através das verbas do QREN - quadro de referência estratégica nacional.

Ao que se sabe, o estudo de viabilidade deverá estar concluído até final do corrente mês de Fevereiro e a sua divulgação prevista para Março.

Não sei, exactamente, os aspectos abordados nesse estudo, mas confesso que tenho grande curiosidade em conhecer o estudo, principalmente no que se refere ao impacto ambiental, à sua inserção urbana, às condições locais de voo, a começar pelas condições específicas da pista, ( dimensão, orientação e localização ), condições de aproximação e saída, ( auto-estrada, zona industrial, serra d'Aire, Santuário), condicionantes climatéricas locais, ventos dominantes, navegação aérea, inserção no espaço aéreo, para além, naturalmente, dos estudos de viabilidade económica, interesse local, concelhio e regional que levaram a esta decisão.

Como será também interessante saber o que o INAC - Instituto Nacional de Aviação Civil, enquanto autoridade nacional que superintende nesta matéria, terá a dizer sobre tudo isto.

Está a ficar interessante ! E os ambientalistas ainda não disseram nada !

 

Entretanto podemos começar a pensar no nome que deve ser dado ao futuro aero (dromo / porto). Porque são duas coisas distintas: o aeroporto é de maior dimensão, mais importante, deve ter o nome da  figura concelhia de maior prestígio (não sei bem o que é isso, mas não interessa); se for aeródromo, até pode ter o nome da figura concelhia que ocupe o 2º lugar na tal escala do prestígio. Se o 1º não se importar. Claro que pode haver outros critérios mais interessantes. Temos que pensar bem nisto, não vá cometer-se alguma injustiça histórica e as nossas consciências nunca mais se libertarem do pesadelo.

 

Peço desculpa. Isto é assunto mais da competência da Assembleia Municipal. Não nos precipitemos ! Só podemos sugerir ! Mesmo assim, com muito cuidado e ponderação !

 

 

O.C.

 



publicado por ouremreal às 18:01
link do post | comentar | favorito
|

A carta a Cavaco Silva

O Plano Estratégico Nacional de Turismo que o Governo quer implementar vem acabar com as actuais regiões de turismo e dar uma nova organização ao turismo nacional. O mesmo é dizer que vem mexer com muitos interesses instalados, com muitos hábitos criados, provavelmente com muitos projectos arquitectados e lançar muitas dúvidas junto de muitos dos intervenientes no assunto.

É normal (porque já se esperava que assim fosse) que muita gente se manifeste contra!

O que não é normal é que não se diga, concretamente, por que é que se está contra. É o caso do Sr. Presidente da Câmara de Ourém que, indignado, ou preocupado, não se sabe bem, (talvez as duas coisas), terá escrito ao Sr. Presidente da República, a pedir que intervenha no sentido de impedir a "destruição" da Região de Turismo de Leiria - Fátima, sob pena de se "perder um território turístico que funciona há décadas com produtos turísticos que complementam o destino religioso que é Fátima". Esta argumentação parece, no mínimo, absurda, para não dizer falaciosa. Ora, aquele Plano não acaba com a realidade turística e religiosa que é Fátima, não acaba com o território em que ela se insere, mesmo que lhe altere a dimensão, não acaba com os produtos turísticos que, por arrastamento, ou por qualquer outra razão, podem ser comercializados e explorados nesse território, não impede que os investidores continuem a investir, não tolhe a actividade aos empresários, não trava o comércio, não inviabiliza indústrias, não proibe o movimento de turistas.

O problema parece ser outro: pode  mudar a "gerência" da estrutura turística.

E, se assim for, com a extinção  da região de Turismo de Leiria - Fátima, desaparece o lugar de Presidente da mesma, mais uns quantos que andam à sua volta, sem que Fátima, em particular, e o concelho de Ourém, em geral, que é, afinal, o que mais interessa no caso, tenham algum prejuizo. Agora se o Sr A, mais o Sr B, ou o grupo X, ou o compadre Y, perdem alguma influência, o poder, ou o tacho, isso é, simplesmente, irrelevante.

Ourém, concelho, precisa, muitíssimo, de uma dinâmica que o tire do marasmo em que está. A verdade é que essa dinâmica terá que girar em volta de Fátima, por razões óbvias. Certamente com uma envolvência que terá que ir muito para além das nossas fronteiras concelhias; por necessidade, por conveniência, porque não faz sentido que assim não seja.

Mas, para que isto aconteça, é preciso que a nova área, região ou o que se lhe chamar, seja  adequada aos nossos interesses e que haja pessoas competentes para o fazer, pessoas que ponham os interesses do concelho à frente de quaisquer outros, pessoas que se interessem, desinteressadamente, por aquilo que fazem. Independentemente do nome ou da dimensão da região, ou sub-região em que se inserir.

Esperemos para ver !

 

O.C.



publicado por ouremreal às 16:29
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008
Ourém - Colégio Fernão Lopes

Acabo de ler que as instalações do antigo Colégio Fernão Lopes, em Ourém, foram adquiridas pela Câmara Municipal. Não sei se corresponde à verdade. Mas, a ser assim, espero que não seja para deitar abaixo e transformar o espaço em mais um amontoado de caixotes de betão.

Depois de ter servido de residência, armazém de tecidos e de se ter vindo a degradar ao longo dos últimos 30 anos; depois do velho ginásio ter servido de fábrica de mobílias e ter sido destruído por um incêndio; depois de terem sido construídos uns barracões, tipo bairro da lata, a dar guarida a uma oficina de mecânica de automóveis que desfiguraram, por completo, aquele espaço, seria bom, seria gratificante para muita gente, mesmo para além do concelho de Ourém, poder voltar a ver aquele edifício, devidamente tratado, com o espaço envolvente bem cuidado e limpo, com o jardim que tinha na frente, transformado em qualquer coisa de útil para esta terra,onde, a pouco e pouco, se vão destruindo todas as memórias.

 

O.C.



publicado por ouremreal às 18:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2008
Rei de Portugal e dos Algarves

Os reis de Portugal, no séc. XIII, depois de expulsarem os mouros do Algarve, passaram a usar o título de "rei de Portugal e dos Algarves". Mais tarde, com as conquistas em África, passaram a usar o título de "rei de Portugal e dos Algarves, d'aquém e d'além mar, em África, senhor da Guiné", e por aí fora, à medida que as descobertas e conquistas e as consequentes influências iam prosseguindo.

À semelhança, ressalvadas as devidas proporções, mas tendo em conta fundadas preocupações, acho que o senhor Presidente da Câmara de Ourém devia começar a usar o título de Presidente da Câmara de Ourém e Fátima, senhor da APEFF, da AFS, do Centro de Congressos de Fátima, da Universidade Sénior de Fátima, do Estádio Municipal de Fátima, do Aeroporto de Fátima e do mais que estiver para vir para Fátima, à medida que a preocupação e influência presidenciais forem alastrando para sudoeste do concelho, com clara secundarização dos outros pontos cardeais, que o mesmo é dizer : primeiro Fátima, depois Fátima e, se sobrar alguma coisa, então será para Fátima e para as outras 17 freguesias, por uma questão de equidade e de justiça, claro !

Tudo isto, porque ficámos a saber, para juntar ao que já se sabia, que :

- O Presidente da Câmara de Ourém e o Presidente da Associação Industrial Portuguesa assinaram um protocolo para a concepção, construção, gestão e exploração do futuro Centro de Congressos de Fátima, que irá custar 9,5 milhões de euros, (fora as derrapagens);

Se tiver tanta utilidade/utilização como o de Ourém, será um excelente investimento...

- O Presidente da Câmara de Ourém é um dos promotores da criação da AFS (Associação Fátima Solidária), uma entidade de cariz social e humanitário. Vai funcionar nas instalações da APEFF ( Associação para a Promoção do Ensino e Formação de Fátima). A AFS terá dois grandes objectivos: a formação ao longo da vida e, daí, a criação duma Universidade Sénior, e a promoção de acções de cooperação e solidariedade, a nível nacional e internacional, em especial nos PALOP ( Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa). E como o senhor Presidente acha que a Câmara não tem vocação para este tipo de intervenção, vai canalizar para os cofres da AFS as verbas que tem orçamentadas para acções de solidariedade. Curioso !

Naturalmente que ninguém estará contra o desenvolvimento e o progresso do concelho.

Eu, pelo menos, não estou ! Só não aceito é que todos os grandes focos desse desenvolvimento e progresso previligiem, em especial, a freguesia de Fátima, sendo que um dos principais promotores, pelo menos o mais visível, seja o Presidente da Câmara Municipal, que, por isso mesmo, deveria cuidar, equilibradamente, do progresso e desenvolvimento das 18 freguesias.

 

O.C.



publicado por ouremreal às 22:33
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
31


posts recentes

Santana - o exemplar

Terrorismo

Autárquicas 2017 - result...

Autárquicas 2017

Os incêndios e os donativ...

Eleições autárquicas

O ultimato

O diabo

Os incêndios

Cristiano e o fisco espan...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Setembro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds